Uma campanha de coleta de assinaturas comeou na Bolvia para pedir que o jornalista Wilson Garca Mrida possa retornar ao pas, um ano depois de ter se refugiado no Brasil sob a acusao de fomentar revoltas.

“Comeou a campanha com 1.000.000 de assinaturas pelo retorno de Wilson Garca, jornalista boliviano desterrado no Brasil h 400 dias”, informou dgar Ramos, correspondente da organizao Reprteres Sem Fronteira (RSF) em La Paz, em um comunicado.

Entretanto, um funcionrio da RSF na Amrica disse AFP que sua organizao acompanhou o caso de Garca, mas no a promotora da campanha de coleta de assinaturas.

Garca saiu do pas em maio de 2016, depois que o ento ministro da Presidncia, Juan Ramn Quintana, atual embaixador em Cuba, o processou por organizar motins.

Como editor do semanrio “El Sol de Pando”, na regio do norte do pas, Garca acusou Quintana de estar relacionado com um poderoso narcotraficante do local e de ser o mentor de Gabriela Zapata, a ex-namorada do presidente Evo Morales, atualmente presa por enriquecimento ilcito.

A campanha pblica, iniciada no domingo, “tem como objetivo o retorno, livre, do jornalista Garca, sobre quem pesa uma ordem de priso do Ministrio Pblico de La Paz”, disse Ramos.

Outros jornalistas tambm saram do pas, como Carlos Valverde, que revelou a relao de Zapata com Morales, e o peruano Wlter Chvez, ex-assessor de governo. Ambos esto na Argentina.


Source link Original

Leave a Comment

×