O diplomata classificou as demandas de “violação da soberania do Qatar” e reiterou que “ninguém tem o direito de apresentar um ultimato a um país soberano”.

“[Qatar] acredita que o mundo é regido pela lei internacional, que impede que as grandes nações façam imposições às pequenas”, declarou Thani durante a visita à Itália, onde ele se reuniu com o seu colega italiano.

Thani disse que qualquer país pode acertar as diferenças com Qatar, se tiver provas. Mesmo nesse caso, todas as disputas devem ser resolvidas através de um diálogo, e não ultimatos.

“Não tememos nenhuma ação [dos autores das demandas]. Qatar está pronto para assumir todas as consequências. (…) Há um limite que não deve ser cruzado”, disse o chanceler do emirado.


Source link in Sputnik

Leave a Comment

×